Instituto FREE FREE

/
Instituto Free Free

Somos uma ONG que transforma vergonhas, medos e culpas em sonhos e possibilidades e que trabalha por uma vida plenamente livre.

“Por um mundo onde meninas e mulheres sejam livres para ser quem são sem culpa, nem medo ou vergonha e com isso atinjam sua liberdade física, saúde emocional e independência financeira através da moda e reconexão com sua potência criativa.

 

Mas para isso aconteça também temos que olhar para nossas crianças e adolescentes, meninos e meninas para que juntos possam sonhar e construir um futuro de potência e possibilidades com menos violência, abuso e desigualdade.”

 

               

Conheça a gente

Nós somos o Instituto Free Free, uma organização social que atua dentro de uma estratégia de rede e parcerias com outras ONGS e instituições. Nossos projetos são focados em ciclos de liberdade para meninas e mulheres através de capacitações profissionais e resgate da auto-estima.

CICLO FREE FREE

O ciclo Free Free foi criado para garantir que todas as mulheres descubram sua potência criativa e tenham oportunidade de conquistar sua liberdade física, saúde emocional e independência financeira.

Oficinas de Capacitação Criativa

As mulheres podem escolher suas áreas de capacitação com oficinas oferecidas por parceiros e patrocinadores.

CICLO SONHO FREE FREE

PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

E dentre nossos programas trabalhamos com crianças e adolescentes focando em esporte e cultura visando preparar jovens para um mundo com menos violência, abuso, desigualdade e mais possibilidades.

Oficinas de Capacitação Criativa

As crianças podem eleger quais esportes e aulas gostariam de fazer oferecidas por parceiros e patrocinadores.

Este ciclo terá acompanhamento psicológico.

Depoimentos

Nossa missão

Um mundo onde meninas e meninos não sintam culpa de ser quem são e que atinjam seu pleno potencial.

Nosso Time

Yasmine Sterea

CEO

Mestrada em moda pelo Instituto Marangoni em Londres e trabalha há 12 anos como editora de moda e diretora criativa. Hoje é empreendedora social, palestrante e CEO do Instituto Free Free.  Começou na Vogue Brasil há 12 anos onde já assinou mais de 30 capas com nomes como Rihanna, Gisele Bündchen, Adriana Lima, Naomi Campbell, Kim Kardashian e Bella Hadid. Tem vasta experiência no mercado internacional onde assinou capas e editoriais da Vogue Inglesa, Taiwan, Russia e trabalhou com marcas como a Uniqlo, Charlotte Olympia, Intermix e Cîroc. Fora seu trabalho editorial, também foi responsável pelo figurino da cantora Anitta em 2017 e assinou campanhas para Claro, L’OREAL, C&A, Riachuelo, Vivara, TREsemmé e Amsterdam Sauer. Em 2015 conceituou o figurino da personagem de Giovanna Antonelli na novela, A Regra do Jogo.

Patrick Sterea

Diretor Financeiro

Formado na PUC-Rio em Administração de Empresas, concluiu seu MBA em INSEAD e possui o certificado CFA. Após trabalhar na equipe de Private Equity da gestora Vinci Partners, Patrick se juntou a Bain & Company para atuar com consultoria de gestão e estratégia.

Cristiane Petrucci

Gerente de Negócios

Publicitária formada no Mackenzie, pós graduada em Pesquisa de Mercado e Marketing na ESPM. Trabalhou na área de Midia  em grandes agências como Lew, Lara, McCann e Africa por 13 anos alcançando cargo de diretoria; Atendendo clientes como Itau, Vale, Seara, Mitsubishi, entre outros. Trabalhou por três anos diretamente com o Roberto Justus como gerente de marketing sendo responsável pela parte de contratação de evento e ativação de rede social.

Mauricio D’Andrea

Gerente de Comunicação

Arquiteto de formação, foi uns dos pioneiros em marketing de causa social no Brasil.
Atuou nas ONGs Cooperativa Educacional e Assistencial Casa do Zezinho, Instituto Terceiro Setor e Associação Ciranda de Cultura e Meio Ambiente, onde exerceu o cargo de diretor/presidente por mais de 10 anos.
Atualmente organiza a ONG The School of Peace – Inglaterra e Brasil

Suely Galhardo

Gerente de Parcerias Sociais

 Arquiteta e urbanista, trabalhou no governo federal de 1995 a 2001 como assessora do ministro da Casa Civil. Desde 2002 trabalha como consultora independente na área de gestão pública e terceiro setor, com foco em planejamento estratégico, desenho, implantação e avaliação de projetos.  Trabalhou na ONG Capacitação Solidária, criada por Ruth Cardoso, prestou consultoria para o Governo de Minas Gerais, para a Fundação Volkswagen, Instituto Embraer, Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, ONG Casa do Zezinho , Centro Ruth Cardoso, entre outros.

Conselheiros

Daniela Cachich

Conselheira

CMO da PepsiCo Foods Brasil. Responsável pela Categoria de Alimentos, Insights, Inovação, Mídia e Brand Experience. Lidera marcas que visam deixar um legado na sociedade como Doritos Rainbow e eQlibri.
Liderou a construção da marca Heineken no Brasil, e desafiou o “clichê” da categoria ao não objetificar a mulher para construir uma marca de cerveja. Levou o Brasil do 17º para 4º lugar em importância de volume para a marca no mundo.
Na Unilever, ocupou durante 10 anos, posições na América Latina e Brasil.
Conquistou prêmios como Women to Watch, Caboré como Melhor Profissional de Marketing do país e Profissional de Marketing mais influente do Brasil.

Marcella Kanner

Conselheira

Marcella Kanner iniciou na Riachuelo como assistente de moda aos 18 anos. Após passar por outros departamentos, é, hoje, uma das responsáveis pelo marketing da empresa. No Brasil, Marcella é formada pelo SENAC, possui um MBA na FIA-USP, além de ter feito cursos de especialização no Fashion Institute of Fashion, em Nova York. Em seu currículo, conta com importantes negociações de coleções da Riachuelo em parceria com renomados estilistas internacionais, além de grandes nomes da moda nacional. Marcella também é uma das entusiastas da área de sustentabilidade da empresa, que investe em iniciativas a favor do meio-ambiente e da sociedade.

Alessandra Del Debbio

Conselheira

Alessandra Del Debbio lidera, como Vice- Presidente, o departamento jurídico e de assuntos corporativos da Microsoft Brasil desde 2014. Com mais de 24 anos de experiência nessa área no Brasil e exterior, ocupou diferentes posições em grandes corporações, especialmente do setor de tecnologia. É apaixonada pelo tema de diversidade e inclusão, tendo sido uma das co-fundadoras do Jurídico de Saias há 10 anos. Alessandra é graduada em Direito, pela Faculdade de Direito, da Universidade de São Paulo, e pós-graduada em Direito Tributário, Digital e Corporativo, com vasta experiência em questões jurídicas envolvendo tecnologia e compliance.

Daniela Falcão

Conselheira

Diretora geral das edições Globo Condé Nast s/a desde janeiro/2017. Foi diretora de redação da vogue Brasil por 11 anos. Antes de assumir a vogue em abril/2005, Daniela foi diretora de redação das revistas TRIP e TPM e subeditora da revista semanal do jornal do Brasil. Desde 2013 faz parte da lista dos 500 nomes mais importantes da moda mundial editada pelo BOF – business of fashion

Fabiana Saad

Conselheira

Fabi Saad é formada em comunicação, com pós em Marketing Internacional e MBA em Marketing Digital. Autora de dois livros sobre empreendedorismo feminino e curadora da Plataforma SOS Mulher junto ao Fundo Social e o Governo de SP.

Rebeca Nevares

Conselheira

Especialista em investimentos com MBA em finanças com ênfase em gestão de investimentos pela FGV. Apaixonada pela causa da mulher  e da diversidade resolveu empreender e hoje é CEO das Ella’s investimentos, para dar o poder de escolhas para as pessoas através dos investimentos e trazer mais diversidade para o mercado financeiro. Mãe da Mariah, quer deixar um legado para as futuras gerações!

Patricia Santos

Conselheira

Pedagoga especialista em Recursos Humanos com 19 anos de carreira, é fundadora da EmpregueAfro e especialista do programa Encontro com Fátima Bernardes desde 2017. Possui pós graduação em Gestão de Pessoas e MBA em Administração.

Luciana Vianna

Conselheira

Luly Vianna é designer, artesã, sócia-fundadora da Saissu Design, uma marca que busca criar conexões contemporâneas entre materiais reutilizados e o manualidades ancestrais ameaçadas. É mentora da marca social Teçume, criada pela ONG Casa do Rio para as mulheres da Amazônia. Pesquisadora e curadora de artesanato brasileiro. Entusiasta das relações humanas mais amorosamente profundas.

Uma carta de nossa fundadora:

Nenhuma mulher merece sentir culpa, medo ou vergonha. Eu já me senti assim inúmeras vezes ao longo da vida e sei que muitas mulheres também se sentem assim. O problema é que quando isso acontece, a gente começa a anular quem somos de verdade. E essa desconexão nos leva para um caminho de raiva, frustração e de se sentir não merecedora do amor e da abundância. 

 

Eu dediquei minha vida para descobrir como combater tudo isso. Em janeiro de 2008, quando eu tinha 21 anos, minha mãe se suicidou. Ela desenvolveu um distúrbio mental de tanto medo, culpa e vergonha de ser quem ela era numa época que não se falava de saúde emocional e que mulheres tinham que se encaixar para pertencer. 

 

Depois que ela faleceu eu encontrei na moda minha cura. Virei uma editora de sucesso da Vogue aos 24 anos e conquistei minha independência financeira aos 25 anos. Eu dei meu primeiro passo para uma vida Free Free, afinal sem liberdade financeira como ser livre para tomar suas próprias decisões? Em Janeiro de 2015, exatos 7 anos depois, engravidei da minha filha, Violeta Lua. E para seguir meu ciclo de liberdade tive que passar por um processo de autoconhecimento fortíssimo. Estudei Jung, Psicodrama, Neurolinguística para entender todas as minhas dores, padrões e como parar ali qualquer ciclo de abuso que eu pudesse estar repetindo em minha vida. A partir desses estudos, desenvolvi uma metodologia potente de resgate de auto-estima que unia moda e terapia. E hoje criamos o ciclo Free Free – onde trabalhamos com meninas e mulheres em situações de vulnerabilidade social para que elas se reconectem com sua potência criativa e atinjam sua liberdade física, saúde emocional e independência financeira. 

 

E sabe porque eu criei tudo isso? Porque minha filha não merece jamais sentir a culpa, o medo e a vergonha que eu já senti, que minha mãe sentiu e que todas as mulheres que eu conheço sentem. Porque todas as meninas e mulheres merecem ser felizes, livres e possam viver sua potência e decidir sua própria vida. 

 

Isso é liberdade!

 

E juntos podemos chegar em mais mulheres. E quando falo juntos, isso inclui meninos e homens também. Porque só podemos realmente transformar uma sociedade quando homens e mulheres se unem por um propósito maior. Vem com a gente? 

 

Yasmine <3

Nossos parceiros:

Carrinho
0